Saudade: News from and for the Brazilian community/Notícias de e para a comunidade brasileira

The importance of voting and Census 2020.

— Susan Safford

A tradução deste artigo se encontra no final da versão em inglês

This week’s column is an opportunity to bring importance to critical topics this year: the importance of voting and answering the Census.

Responding to the Census is not only our civic duty, it also affects the funding our communities receive, how our communities plan for the future, and our representation in government. Data from the 2020 Census will be used to ensure public services and funding for schools, hospitals, fire departments, plan new homes and businesses, improve neighborhoods, and determine how many seat states are allocated in the House of Representatives.

Being Brazilian and having been born into a dictatorship (1964–85), a common belief I heard for many years, and that only recently has begun to shift, is that exercising our civic duties means nothing; all politicians are corrupted and that is never going to change. I have also heard similar things in the U.S., that living in Massachusetts, our votes don’t matter.

I am here to reiterate how untrue that is, and it is by exercising our civic duties that we ensure accountability, change, progress. The wishful thinking in which we pray and hope that things get better, regardless of which country we are discussing, will never be the answer to progress, radical change. Countless people died, disappeared, were tortured for going against the government (in the case of the dictatorship in Brazil), were brutally beaten, disenfranchised, and not allowed to vote for me not to honor the importance of my vote. If you have had the privilege to become a naturalized American citizen and have not yet registered to vote, it is important that you reconsider your approach. The gift of becoming an American citizen goes beyond never having to worry about immigration — with freedom, safety, and opportunities come a lot of responsibilities, and we must rise to the occasion.

If you have questions about how to answer the Census, want reassurances about answering as an undocumented immigrant and how that affects you, don’t understand how voting by mail works and how to request it or even how voting in person will work this year or would like to register to vote, email me and I will help you. No questions asked, regardless of which candidate you are voting for. We can walk through the process by phone, on Zoom, we will figure it out. I will be happy to assist as many people as need help — my email is juliana@mvtimes.com.

I am going to link in this column a video in Portuguese created by the U.S. Census Bureau to help people understand how to respond to the Census: https://youtu.be/IfJ43hiWKNk.

As for voting, in Massachusetts, the deadlines are:

Deadline to request mail-in ballot: August 26

Early voting: August 22–28

Sept. 1: State primary elections/deadline to return completed mail-in ballot — make sure that as soon as you receive your mail-in ballot, you send it right back, to allow USPS enough time to deliver it and make sure your vote will be counted.

If you would like to either check on your registration or register to vote, go to sec.state.ma.us/ovr.

Even if you think you have registered to vote, always double-check. Find out what is on your ballot before you vote, research the candidates, and make informed decisions. Here’s the website I used: vote411.org/ballot. This website is a fantastic resource for what is on the ballot, what positions we are electing this time around, and who the candidates are; there is even information about how much money they make if they get elected for such positions. On the Island, voters will be voting for: U.S. House District 9, Massachusetts Senate Cape and Islands, Massachusetts House Barnstable, Dukes (Martha’s Vineyard), and Nantucket, Governor’s Council First District, Dukes County Commissioner, and U.S. Senate — and for who gets to be the next President. Also, make sure to fact-check what you read. You can also go to ballotready.org, enter your address, save your choices online, and print/email your personalized ballot to bring with you to the polls.

Whether you are going to vote physically or by mail — both ways are equal — you must pay attention to deadlines if voting by mail. All Massachusetts registered voters will receive the postcard-size application by mail, but you can also obtain one online at bit.ly/31K5gOm.

When you receive your ballot, return it in the provided postage-prepaid envelope, or hand-deliver to your local clerk’s office. Ballots must be received (not postmarked) by 8 pm on Sept. 1.

Also, something really important: You can only vote if you have become a naturalized citizen. If you have a Green Card, you CANNOT vote yet.

Portuguese Translation – Tradução em português

A coluna desta semana é uma oportunidade de trazer importância a tópicos críticos deste ano: a importância de votar e responder ao Censo.

Responder ao Censo não é apenas nosso dever cívico, mas também afeta o financiamento que nossas comunidades recebem, como nossas comunidades planejam o futuro e nossa representação no governo. Os dados do Censo de 2020 serão usados ​​para garantir serviços públicos e fundos para escolas, hospitais, corpo de bombeiros, planejar novas residências e negócios, melhoraria de bairros e determinar quantos assetos são alocados na Câmara dos Deputados.

Como brasileira e por ter nascido em uma ditadura (1964-1985), algo que cresci ouvindo, e que só recentemente começou a mudar, é que exercer nossos deveres cívicos não adianta nada; todos os políticos são corrompidos e isso nunca vai mudar. Também ouvi coisas semelhantes nos EUA, que como residentes de Massachusetts, nossos votos não contam.

Estou aqui para reiterar o quão falso isso é, e é exercendo nossos deveres cívicos que garantimos a responsabilidade, mudanças, progresso. O pensamento positivo em que rezamos e esperamos que as coisas melhorem, independentemente do país que estamos discutindo, nunca será a resposta para o progresso, mudanças radicais. Inúmeras pessoas morreram, desapareceram, foram torturadas por irem contra o governo (no caso da ditadura no Brasil), foram brutalmente espancadas, privadas de direitos, e não puderam votar para que eu não honre a importância do meu voto. Se você teve o privilégio de se tornar um cidadão americano naturalizado e ainda não se registrou para votar, é importante que reconsidere sua abordagem. O presente de se tornar um cidadão americano vai além de nunca ter que se preocupar com a imigração – com liberdade, segurança e oportunidades vêm muitas responsabilidades e devemos estar à altura da ocasião.

Se você tem dúvidas sobre como responder ao Censo, quer garantias sobre como responder como um imigrante indocumentado e como isso o afeta, não entende como funciona o voto pelo correio e como solicitá-lo ou mesmo como o voto presencial funcionará este ano ou gostaria de se registrar para votar, envie-me um e-mail e eu irei ajudá-lo/a. Sem perguntas, independentemente do candidato para quem você votará. Podemos fazer o processo por telefone, no Zoom, damos um jeito. Terei o maior prazer em ajudar quantas pessoas precisarem – meu e-mail é juliana@mvtimes.com.

Vou incluir nesta coluna um vídeo em português criado pelo U.S. Census Bureau para ajudar as pessoas a entender como responder ao Censo

Prazo para solicitar cédula pelo correio: 26 de agosto

Votação antecipada: 22 a 28 de agosto

1 de setembro: eleições primárias estaduais/prazo para devolução da cédula postal preenchida – certifique-se de que, assim que receber a cédula pelo correio, a envie de volta, para que os correios, USPS, tenha tempo suficiente para entregá-la e para que seu voto seja contado.

Se você quiser verificar se está registrado ou se precisa se registrar para votar, o link é sec.state.ma.us/ovr.

Mesmo se você achar que se registrou para votar, verifique sempre. Descubra o que está em sua cédula antes de votar, pesquise os candidatos e tome decisões informadas. Aqui está o site que usei:vote411.org/ballot. Este site é um recurso fantástico para saber o que está em votação, quais cargos estamos elegendo e quem são os candidatos; há até informações sobre quanto será o salário caso eles eles sejam eleitos para esses cargos. Na ilha, os eleitores vão votar para: US House District 9, Massachusetts Senate Cape and Islands, Massachusetts House Barnstable, Dukes (Martha’s Vineyard) e Nantucket, Governor’s Council First District, Dukes County Commissioner e US Senate – e para quem será o próximo presidente. Além disso, certifique-se de o que você leu sobre os candidatos são fatos. Você também pode acessar ballotready.org, inserir seu endereço, salvar suas escolhas online e imprimir/enviar por e-mail sua cédula personalizada para levar com você às urnas.

Quer você vá votar fisicamente ou pelo correio – as duas formas são iguais – você deve prestar atenção aos prazos se for votar pelo correio. Todos os eleitores registrados em Massachusetts receberão o formulário em formato de cartão postal pelo correio, mas você também pode obter um online em bit.ly/31K5gOm.

Ao receber sua cédula, devolva-a no envelope com postagem pré-paga fornecida ou entregue em mãos no local de votação, em geral na prefeirura da cidade que reside. As cédulas devem ser recebidas (não postadas) até as 20h do dia 1º de setembro.

Além disso, algo muito importante: você só pode votar se for um cidadão naturalizado. Se você tem um Green Card, ainda NÃO PODE votar.